Foi no equinócio de outono, em uma manhã de sol e brisa fresca, que Cora Luz chegou ao mundo. Vinte de março de 1960, onze horas e sete minutos, registrou o médico.

Ao receber Cora em seus braços, Ana pensou que nunca havia cometido um acidente tão belo e, pela primeira vez, sentiu o frescor da renovação que apenas uma vida que se inicia pode proporcionar. Já o pai de Cora não deixou de observar quão feia era a recém-nascida. Um pouco amassada, com uma penugem espessa e clara no rosto. Os olhos cerrados.

Cora chorava sem parar, tinha ido para as mãos do médico e emitia aquele som estridente que apenas um pai poderia suportar. Então o doutor lhe disse:

– Toma! Uma boneca para você.

Meio desajeitado, Caetano segurou Cora, que parou de chorar e abriu os olhos. Foi quando viu duas circunferências tão azuis quanto o céu daquele dia. Caetano abriu um sorriso e Cora voltou a chorar.

No retorno para a casa, foi a vez de Ana desabar em prantos. Olhando aquele ser tão pequeno que dormia no berço e que dependia totalmente dela para a sua sobrevivência, Ana chorou. E se questionava: “o que vou fazer agora?”. Pensou tudo, menos que a partir de então passaria seus dias amamentando e trocando fraldas sujas.

Cora foi crescendo e, para Caetano, era como se sua filha sempre estivesse estado por lá. Já não mais conseguia imaginar sua vida sem ela. Enquanto que, para Ana, o pensamento sobre como seria a vida sem sua filha era constante. Ana estava fisicamente esgotada e a atenção de Caetano à criança a incomodava. Era como se apenas Cora importasse. Como se Ana tivesse cedido seu lugar.

Estudos: Cora IV’ – Tornar-se Gente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s